CRM ou ERP: qual deles devo implementar na minha empresa?

CRM ou ERP: qual deles devo implementar na minha empresa?

dos conhecimentos teóricos. Dessa forma, a tecnologia aplicada à gestão se fortaleceu como uma das principais tendências do futuro do direito, o que faz com que muitos líderes se questionem: CRM ou ERP? Qual a melhor opção para a minha empresa?

Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Então vem com a gente e confira os tópicos abaixo!

  • Qual a diferença entre CRM e ERP?
  • Definindo ERP
  • Definindo CRM
  • Qual tecnologia aplicar na minha empresa?

CRM ou ERP: qual a diferença entre eles?

Apesar de muitas vezes serem tratados como uma coisa só, as tecnologias de ERP e CRM possuem uma grande diferença entre si, que impactam diretamente na escolha de qual tecnologia aplicar em um escritório de advocacia. 

De maneira geral, podemos dizer que o sistema ERP consiste em uma tecnologia voltada para a gestão de empresas através de uma abordagem multifuncional (onde diversos módulos operacionais podem ser ativados ao mesmo tempo).

Enquanto isso, o sistema CRM possui a sua interface voltada para a gestão de atividades voltadas ao cliente e ao setor de vendas. Dessa forma, é possível, por exemplo, que o sistema de CRM de um escritório seja anexado como módulo de um sistema ERP.

Definindo o ERP

ERP significa nada mais, nada menos que Enterprise Resourcing Planning. Trata-se de uma tecnologia de software extremamente robusta e competente, capaz de integrar toda rede de dados e informações de uma empresa, em um mesmo sistema.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Clio, em 2018, a maior parte dos advogados não consegue focar o seu tempo em atividades de sua especialidade, pois cerca de 72% de sua rotina está voltada para o tratamento de questões administrativas. 

Dessa forma, a utilização de tecnologias de software para a gestão de um escritório, como o ERP, nos possibilita a redução da carga horária, gasta com atividades alheias à atuação desse profissional na advocacia. 

Isso acontece porque, com o ERP, ao invés de abrir vários sistemas operacionais para conseguir realizar uma análise, ou ainda, para conseguir obter uma informação no sistema, esse advogado precisará apenas abrir o sistema ERP de sua empresa para extrair os dados desejados.

Vantagens da aplicação do ERP

Com isso, além de um menor gasto de tempo, o sistema ERP ainda possibilita uma redução no risco de perda de dados, na melhor comunicação entre equipes, na entrega mais rápida para o cliente e no aumento de produtividade e eficiência entre os funcionários.

Definindo CRM

Como já citado anteriormente, o sistema de CRM realiza entregas muito mais simples que o ERP. Entretanto, isso não significa que essa tecnologia deve ser descartada no processo de gestão empresarial.

O CRM é a sigla para o termo Customer Relationship Management, e trata-se de um sistema de software que é responsável por auxiliar uma empresa a tratar das atividades relacionadas ao cliente: acompanhamento de negociações; fidelização; captação e retenção de clientes; histórico de processos e demais dados.

Esse tipo de sistema é extremamente importante para avaliar todo o processo de qualidade do serviço e manutenção do histórico de serviços realizados para um determinado cliente, mesmo que este passe por mais de um advogado num mesmo escritório.

Dessa forma, conseguimos avaliar o histórico de um processo na vara de família para um cliente que está com um processo criminal em curso, por exemplo. Esse cruzamento de informações, que antes seria feito de forma manual, com o CRM pode ser mantido de forma autônoma por uma rede de dados.

Vantagens da aplicação do CRM

Com todos esses dados, o profissional do direito tem a capacidade de fornecer maior agilidade na análise dos processos, entregando avaliações e resultados de forma mais eficiente. 

Além disso, o sistema de CRM também nos garante a existência da segurança de informação fornecidas no serviço da advocacia, preservando os dados do cliente de acordo com a LGPD, bem como a entrega de lembretes automáticos para o acompanhamento dos casos.

Qual tecnologia aplicar na minha empresa: CRM ou ERP?

Fomos capazes de perceber que ambas as tecnologias são extremamente importantes para a gestão de um escritório, bem como para o funcionamento fluido das rotinas que permeiam a empresa. 

Dessa forma, o ideal é que uma corporação do setor jurídico implemente ambas as ferramentas em seu processo de gestão, com o objetivo de melhorar a produtividade dos profissionais e a experiência do cliente que procura os serviços de advocacia e consultoria jurídica.

Juntos, o ERP e CRM poderão garantir uma visão mais ampla do gestor, e a melhora da comunicação de dados e informações no escritório. Entretanto, caso você deseje optar por apenas um sistema, a recomendação é que o ERP ganhe prioridade. 

Pois, considerando a grande variedade de atividades voltadas para a gestão do escritório, um software de CRM não conseguiria atender a todas as suas demandas. Dessa forma, o gestor precisará optar pela tecnologia mais completa, que seja capaz de atender os seus objetivos e melhorar a rotina do escritório.

Quer saber como você pode implementar o ERP e o CRM no seu escritório? Entre em contato com os especialistas da Ubistart e escolha a melhor tecnologia de software para a sua empresa!

Acompanhe nossa newsletter!

Acompanhe nossa newsletter!

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.